Você também é um profissional polvo?

Home Blog Dicas Você também é um profissional polvo?

O polvo, aquele bichinho muitas vezes confundido com a lula, conhecido pelos seus 8 braços, que, na verdade, são pernas, dá nome a uma nova classe de profissionais. Se no passado o profissional que fazia de tudo um pouco poderia ser carinhosamente chamado de Bombril, por ter mil e uma utilidades, o funcionário polvo é reflexo deste momento de incertezas que vivemos no Brasil.

O desemprego, infelizmente, tem aumentado. Todo mundo conhece alguém que está sem trabalho e o drama que muita gente passa para conseguir se realocar no mercado. Mas, quem muitas vezes fica esquecido é o funcionário que permaneceu empregado. Com a redução no quadro, o profissional que antes tinha a sua função bem delimitada ou que contava com o apoio de outras pessoas para tocar as atividades do dia a dia, se vê sozinho tendo que fazer as atividades da área continuarem.

Basicamente a conexão é o aumento de produtividade em decorrência da recessão. A BBC Brasil publicou uma reportagem que fala sobre uma pesquisa realizada por economistas de Stanford quando ocorreu a grave recessão nos EUA em 2007, a produtividade do país cresceu e 3,16% até 2009. Esse crescimento, segundo os economistas se deve ao fato da demissão dos funcionários menos produtivos e o esforço de produzir mais pelos que ficaram.

Como sabemos o mundo profissional nos ensina que para que a experiência seja saudável e desafiadora, é necessário ver o lado bom. Não desejamos a crise, a contenção e a incerteza, mas, quando ela chega, o que podemos tirar de proveito? Condições adequadas de trabalho e bom clima são elementos fundamentais para a saúde da empresa e do funcionário. Inclusive, a Associação Nacional de Peritos estima que em 2016 aqui no Brasil, o volume de afastamento por doença teve um aumento de 30% com relação ao ano anterior. Ou seja, é sintomático que o esforço excessivo faz mal para o trabalhador. Mas, em tempos de crise, devemos também tentar dar uma chance para o pensamento positivo e fazer uma limonada com o limão recebido, né?

Vamos te ajudar a tentar lançar um olhar diferente e ver que proveito é possível tirar destas situações em que você precisa se virar nos 30.

Aprender coisas novas: Aprender é uma coisa superbacana, mas, depois de um tempo, a gente entra na zona de conforto em que tudo está tão bonitinho e organizado que a gente não quer sair.  Porém, vem a crise e sacode tudo e a gente se vê precisando se reinventar. Então, aprender coisas novas oxigena o nosso cérebro, nos faz ter novas ideias e encontrar novas soluções. Talvez, antes, você só conhecesse o seu quadrado, mas, agora, precisa conhecer o quadrado de todo mundo para conseguir fazer as coisas acontecerem. E ao invés de ficar pensando que está sendo “obrigado” a aprender porque a empresa está de forçando a isso, pense que tudo o que você aprende é seu e que, com certeza, vai deixar você ainda mais preparado para futuros desafios.

Ser protagonista: Infelizmente os coadjuvantes não fazem mais parte da novela, e, nem elenco de apoio sobrou para contracenar com você. O que te sobra? Assumir o seu papel de protagonista para garantir que a novela continue. Sendo assim, que tal dar o seu tom para o trabalho? Organizá-lo de uma maneira que fique mais leve para você e que torne o seu dia mais produtivo? Estas pequenas mudanças podem transformar para muito melhor a sua rotina.

Melhore os processos (se sobrar um tempinho): Como você replanejou o dia a dia, foi necessário olhar os processos e repensá-los, certo? Que tal deixar tudo mais ágil e eficiente? Com um olhar mais crítico é possível eliminar tudo o que é desnecessário e que dificultava o desenvolver das atividades. Numa dessas você descobre maneiras muito mais simples de fazer o seu trabalho.

Aprendizados são sempre bons, né? Mas, estamos aqui torcendo para que esta seja uma fase e que passe logo. Nada melhor que trabalhar com a leveza de que a crise é assunto do passado. E aproveite esse momento de “polvo” para desenvolver novas habilidades e, claro, para atualizar seu LinkedIn com as novas atividades. 😉

 

Postado por: acad - 26/mar/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#SEJA UAU!

A Academia da Estratégia oferece consultoria estratégica e soluções educacionais, que incluem programas de formação de liderança, conteúdo e tudo para sua empresa ter um treinamento #UAU! . Conheça nossas soluções e saiba como a ACAD pode transformar a sua empresa. Fale conosco: preenchendo seu e-mail abaixo.

Leia também