O bom humor que ajuda a ensinar: 5 dicas para treinamentos eficazes e divertidos

Home Blog Dicas Educação corporativa O bom humor que ajuda a ensinar: 5 dicas para treinamentos eficazes e divertidos

Treinamentos eficazes

Você já deve ter visto alguns vídeos no Youtube de professores que dão um verdadeiro show de bom humor em suas aulas. Ensinar contando piadas ou histórias, fazendo música, performances teatrais divertidas ou criando jogos engraçados é uma grande arma para treinamentos eficazes. Isso porque, ao criar um vínculo emocional com as pessoas enquanto elas estão aprendendo melhora absorção do conteúdo e torna sua fixação maior.

Mas como esse recurso pode ser utilizado dentro da sala de aula nas empresas? Como transmitir o conhecimento dentro da organização sem ficar com fama de “palhaço” ou “sem noção”? A linha entre o bom humor e o cômico pode confundir quem dá a aula e quem assiste e, ao invés de contribuir para um aprendizado efetivo, pode se transformar em uma aula caricata e sem efetividade.

Ok, mas como ser bem-humorado sem perder o principal foco, que é realizar treinamentos eficazes? Calma que a gente dá algumas dicas:

#1 Use o otimismo e a positividade

O otimismo e a positividade já são uma boa parte da formação de um bem-humorado. Procure colocar um pouco desses dois ingredientes em seus comentários e brincadeiras para a turma. Isso ajudará o aluno a se motivar para o aprendizado.

#2 Seja leve e mantenha a espontaneidade

Aquela postura séria e certinha demais acaba criando uma barreira invisível entre o facilitador e o aprendiz. Demonstrar para a turma que pode ter se equivocado e rir de situações que poderiam ser desconcertantes é uma boa maneira de criar um vínculo maior com os alunos, criar empatia e facilitar ainda mais o aprendizado.

#3 Utilize vídeos curtos

Vídeos curtos e divertidos dão aquela pitada necessária para quebrar períodos em que o aprendiz está muito tempo em um assunto técnico. Procure utilizar temas originais e que tenham a ver com o seu conteúdo. Além de deixar o clima mais leve, você pode levar o aprendizado daquele vídeo para uma situação aplicada à sua aula.

#4 Aplique jogos

Jogos não são apenas divertidos, por meio deles os participantes vivenciam situações lúdicas, interativas e divertidas que provocam reações espontâneas, sem travas e atitudes pré-concebidas. Durante um jogo, a alegria e as risadas liberam a serotonina, neurotransmissor relacionado à sensação de bem-estar. Tem jeito melhor de aprender?

#5 Explore o storytelling

Histórias envolvem pessoas. “Uma boa história deve provocar na audiência não a sensação de que está chovendo, mas a sensação de estar se molhando”. Essas palavras de E. L. Doctorow, romancista, descrevem bem o do que boas histórias são capazes. Em um treinamento não é diferente: quanto mais dentro e ativas na história, mais as pessoas absorvem o conteúdo e lembram por mais tempo. Treine contando histórias divertidas e tenha resultados surpreendentes. 😉

Lembre-se: o bom humor é poderoso em sala de aula, mas cuidado para não passar do ponto, afinal, ensinar continua sendo o principal objetivo.

 

Se você quer treinamentos mais divertidos e efetivos, procure a ACAD e conheça nossos treinamentos. Utilizamos dinâmicas, treinamentos temáticos e um modelo educacional que acelera o aprendizado de forma rápida, prática e divertida. Preencha seus dados e ligaremos para você – com muito bom-humor, a gente garante! 😉

Postado por: acad - 06/fev/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#SEJA UAU!

A Academia da Estratégia oferece consultoria estratégica e soluções educacionais, que incluem programas de formação de liderança, conteúdo e tudo para sua empresa ter um treinamento #UAU! . Conheça nossas soluções e saiba como a ACAD pode transformar a sua empresa. Fale conosco: preenchendo seu e-mail abaixo.

Leia também